Instituto Reciclando o Futuro volta às aulas na Estrutural

O último fim de semana foi de festa no Instituto Reciclando o Futuro. No sábado (19), comemorou a volta às aulas no novo espaço do Reciclando o Futuro na Estrutural, local onde tudo começou, em 2017.

Na ocasião, crianças entre 6 a 12 anos passaram por consulta com optometrista e receberam 50 óculos completos, uma doação da Ótica Summer. Elas puderam escolher a armação favorita e de acordo com seu grau de necessidade.

“Nós estamos marcando a volta às aulas presenciais na cidade. Durante a pandemia, o Instituto Reciclando o Futuro ajudou emergencialmente com doação de cestas básicas, produtos de higiene e limpeza, além de atendimento psicológico. E, agora, estamos retomando com as atividades presenciais com essa comemoração de hoje, que contou com a doação de óculos e exames oftalmológicos, material escolar e outras doações”, explica a idealizadora do projeto Renata d’Aguiar.

Além disso, outras doações foram feitas, como dindins e brinquedos, oferecidos por Ryan Maia, um menino de 10 anos de idade que é o membro mais novo da Academia Brasileira de Letras, empresário e escritor. Ele também doou livros de sua autoria para inspirar as crianças na volta às aulas.

O evento, que foi recheado de emoção, contou com a presença do deputado federal Julio Cesar Ribeiro, um parceiro ativo no Instituto Reciclando o Futuro, além da cobertura da imprensa local.

Sobre o Instituto Reciclando o Futuro

O Instituto Reciclando o Futuro é uma entidade da sociedade civil, sem fins lucrativos. Foi criado em 2017 por Renata d’Aguiar e por catadores do antigo lixão da Estrutural com objetivo de resgatar o valor social e a cidadania brasiliense, unindo pessoas de diferentes realidades socioeconômicas do Distrito Federal que entendem que a inclusão social é o meio norteador para alcançarmos o bem-estar social.

Os primeiros trabalhos foram as palestras realizadas com objetivo de conscientizar os jovens do Distrito Federal sobre a realidade dos catadores do antigo lixão da Estrutural, que eram ministradas pelos próprios catadores. O resultado foi a integração de novos voluntários ao Reciclando o Futuro, que ajudaram na construção de cursos de capacitação e de outras ações destinadas aos catadores, além do aumento da autoestima dos palestrantes, que perceberam que também têm muito a contribuir com a sociedade através das suas experiências de vida. Entre os anos de 2017 e 2021, a atuação do Instituto Reciclando o Futuro se estendeu para outras comunidades do Distrito Federal, alcançando mais pessoas em situação de vulnerabilidade econômica e gerando grande desenvolvimento pessoal e profissional com a participação nas atividades do Instituto.

Deixe seu comentário:

guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments